domingo, 25 de setembro de 2011

SINTO FALTA DE ALGO QUE AINDA NÃO VIVI...

Todo mundo sabe o que é saudade. Se não conhece a definição do dicionário, pelos menos sabe a sensação que ela traz de perda, distância, de passado.
Geralmente, sentimos saudade de algo que foi bom para nós: uma época, um lugar, uma pessoa querida, um animal de estimação. Algumas vezes, tentamos trazer as sensações de volta através de fotos, de filmes, conversando com pessoas que viveram a mesma situação ou que passaram pelas mesmas coisas.
Sentir saudade é recordar momentos e situações que nos trouxeram alegria.
Mas, e quando sentimos um vazio por alguma coisa que ainda não vivemos? Quando ainda não temos do que nos recordar, somente o desejo de que alguma coisa aconteça? E se esse desejo te dá a certeza de que, quando viver o que está procurando, automaticamente reconhecerá a sensação boa?
É possível sentir saudade de uma sensação que ainda não faz parte da nossa vida?

2 comentários:

Alexandre Malosti disse...

Oi karina.... já me perguntei isso diversas vezes.... até já escrevi vários textos e poesias que abordam esse assunto.... Acredito que essa sensação de vazio está ligada a desejos e vontades que ainda não tenhamos trazido a consciência.... e que ás vezes nem sabemos o que é ... mas elas estão ai ....Muitas vezes trilhamos caminhos e fazemos escolhas baseados em fatores externos e que em nossa avaliação racional irá nos trazer beneficios e será o melhor caminho... com tudo isso achamos que estamos bem em várias áreas de nossa vida... e passamos muito tempo mascarando tudo, seja ocupado com o trabalho, com uma relação, etc.... Mas sinceramente ainda não sei o que é esse vazio... e como disse em um post antigo se nos sentimos vazios é porque já fomos cheios...CHEIOS DE QUE? isso ainda não consegui ter clareza... Tenho clareza apenas de todos os artificios que usamos para não sentir esse vazio.. mas não adianta... ele sempre vem... Beijos e parabéns pelo post...

Matê Mattos disse...

Karina,

Saudade do que ainda não vivi...
Algumas músicas citam a questão.
O Júlio, seu primo, fez uma música que também fala desta saudade.
Nestes últimos dias refleti sobre a esperança, e como é importante ter es...pe...ran...ça...
Acho que esta saudade passa por aí... vontade de viver mais, muito mais. Podemos mais, queremos mais, caminhamos mais, insistimos mais... prosseguimos com vontade de ver o que há logo ali à nossa frente. A Eleni fez um quadro assim, o que há além da esquina, além do muro? Acho que sempre tem algo novo e interessante para acontecer, é legal pensar assim! Bjs